Memórias de Griot com Ogan Bangbala

123 views

Nascido em Salvador, Bahia, no ano de 1919, Luiz Ângelo da Silva, o Ogan Bangbala, é reverenciado como a história viva do Candomblé por ser o Ogan mais antigo do Brasil. É também artesão e confecciona diversos instrumentos musicais percussivos.
Já recebeu inúmeras homenagens por isso está em livros, reportagens, CDs, filmes, além de ter recebido, em 2014, do Ministério da Cultura, o título de Comendador, a Ordem do Mérito Cultural, honraria dedicada a personagens que se destacam em suas áreas de atuação.
Morador de Belford Roxo, nos narra parte do seu fantástico repertório de cânticos ancestrais, mitos, saberes, além da partilha de momentos emocionantes vivenciados ao lado de lideranças ilustres, de diversas tradições candomblecistas do país.

_________________________________________________

Ficha Técnica

Curadoria
Luciane Barbosa
Marcos Serra
Marize Para Reté

 

Pesquisa
Dani Francisco
Luciane Barbosa
Marcos Serra
Marize Para Reté

 

Produção
Dani Francisco
Fabio de Souza
Luandeh Chagas

Artistas Convidados
Ana Kariri
Monsyerrá Batista

Projeto Cenográfico
Ana Kariri
Jon Thomaz

Desenho de Luz
Jon Thomaz || Artefato Luminosos

Comunicação Virtual
Kariny Costah || Desperto Digital

Site
Thiago Ribeiro || Aguassu

Produção Audiovisual
Laís Dantas || Casa Quatro Estúdio

Stream
Laryssa Ramos || Casa Quatro Estúdio

 

Captação de Áudio
Raul Dias || Barracão
Renato Raxta || Barracão

Edição de Som, Mixagem, Masterização
Raul Dias || Barracão

Trilha Sonora
Raul Dias || Barracão
Victor Bruno || Barracão

Desenho Gráfico
Thiago Venturotti

Assessoria e Coordenação de Comunicação
Priscila Bispo || Trella Comunicação

Fotografia
Ana Valéria Gonçalves || Trella Comunicação
Mazé Mixo || Trella Comunicação

Operador de Câmera
Herbert Cardoso

 

Produção Audiovisual para Redes Sociais
Roger Hitz || TV Hitz

 

Grafismo para Redes Sociais
Lucas Ferreira || TV Hitz

Realização
Terreiro de Ideias: Arte, Comunicação, Cultura

.

.

Comentários

  1. Juliana disse:

    Benção, pai!
    É bom demais ter o senhor nos liderando com tanta leveza e alegria. Ri, chorei, lembrei e pra fechar tinha que cantar aquela cantiga do meu pai Osoossi. 😍🖤✊🏿🦋

Adicionar um comentário

Compartilhe este vídeo

Vídeos Relacionados

Mostrar mais vídeos FILMES